Arte e Criação = Mauricio Maruo

* Matéria publicada na revista Desig Gráfico *

Interação Inteligente e Dinâmica com 3ds Max e PhotoShop (parte2)

Como todos já sabem, o software que todos amam, mudou de cara, o nosso amigo de todas as horas, o Adobe PhotoShop agora é CS4, e nesta nova versão ele traz um menu cheio de novidades, que é a integração de objetos 3d para sua edição. Uma das melhores sacadas que a Adobe poderia ter pensado! Sem duvida nenhuma a interatividade e integração dos softwares esta cada vez mais forte.

Mostrarei nesta segunda parte, em um tutorial bem simples, como interagir um excelente recurso do 3ds Max, que também esta de cara nova, para receber arquivos em PSD do PhotoShop.

Iniciarei desenvolvendo um objeto no 3ds max.

Para isso, usaremos a figura de um objeto (celular), para que possamos reproduzi-lo da mesma forma. Não vamos nos preocupar tanto em detalhes agora, pois isso será corrigido no PhotoShop.
(fig1.jpg)

  

  • Vamos criar um objeto chamado ChamferBox, sem mudar o sistema de unidades, criaremos inicialmente com os seguintes valores:
    Length=50
    Width=25
    Height=10
    Fillet=5
    Length Segs=1
    Width Segs=1
    Height Segs=1
    Fillet Segs=10
  • Depois seremos obrigados a mudar alguns valores, para editar alguns polígonos.
  • Já que estamos editando o objeto (aba Modify), vamos aproveitar e aplicar um modificador chamado UVW Map (ele será muito útil mais pra frente), deixe em modo planar.
  • Vamos agora renderizar a cena, mas como precisamos mandar este arquivo para o photoshop, renderizaremos somente a tela top, isso para termos um “preview “de como ficará o nosso celular quando aplicada uma textura.
    (fig2.jpg)

  • Com a imagem já renderizada e salva em JPG, agora vamos para o nosso amigo PhotoShop onde abriremos o arquivo renderizado para fazer uma montagem. Usarei uma imagem já pronta de um celular para encaixá-la na imagem renderizada. Lembrando que não podemos alterar muito a imagem, pois isso poderá distorcê-la e causar problemas na renderização final. (o ideal seria criar nosso próprio celular em relação ao tamanho da imagem renderizada).
    (fig3.jpg)

  • Após decidirmos o tamanho certo da imagem, vamos deletar o layer background, e salvar só a imagem do celular. Salvaremos na extensão PSD, pois o Max já entende esta extensão, e também será útil mais pra frente.
  • Agora volte para o 3ds Max, pois iniciaremos a parte de textura. Aplique um material bitmap no objeto que havíamos criado, este material bitmap deve ser aplicado no item Diffuse Color no rollout Bitmap. Iremos aplicar o arquivo PSD de imagem que salvamos no PhotoShop.
    (fig4.jpg)

  • Com o recurso do modificador UVW Map que havíamos aplicado antes, o material bitmap cairá como uma luva no objeto criado. (não marque a opção Collapsed Layer, pois isso afeta mudanças futuras).
    (fig5.jpg)

  • Agora que já temos o celular semi-pronto, vamos editar alguns polígonos para que o objeto tenha mais cara de celular, para isso aplicaremos um modificador chamado Edit Poly, mas antes devemos decidir quantos segmentos o objeto deverá ter a mais. Modifique voltando os Length Segs; Width Segs; Height Segs e Fillet Segs. Com essas modificações, provavelmente teremos um objeto parecido com esse.
    (fig6.jpg)

  • Com as alterações feitas com o modificador Edit Poly, deveremos ter um objeto parecido com este. Não é necessário detalhar demais, pois algumas mudanças serão feitas no PhotoShop.
    (fig7.jpg)

  • Pronto! Agora que temos a parte estrutural montada, é só testar as modificações que estes dois grandes softwares têm pra oferecer.
  • Caso você queira alterar algum detalhe no celular, e saber qual o resultado simultaneamente no 3ds Max, basta voltar ao PhotoShop e abrir o arquivo PSD, que havíamos gerado.
  • Faça algumas modificações na imagem gerando layers, salve o arquivo e volte ao 3ds Max. Automaticamente a textura do celular irá mudar e isso acontece devido à possibilidade que o Max tem de ler os arquivos em PSD no formato Individual Layer (foi mostrado nos itens anteriores). Isso é Fantástico! Agora podemos modificar a textura na hora que quisermos sem perder o original, pois elas são gravadas por layers.
  • Veja como fica o celular original.
    (fig8.jpg)

  • Agora veja como fica o celular, só com as modificações feitas no arquivo PSD de textura no PhotoShop.
    (fig9.jpg)

  • Isso significa que se montarmos um arquivo de forma certa e com os recursos adequados, depois que estiver pronto podemos editá-lo como quisermos.
  • Caso você queira testar um recurso novo, exporte este arquivo do celular no 3ds Max com a extensão 3ds. Volte para o PhotoShop e peça para abrir este arquivo. Para sua surpresa, o Photoshop já entende este arquivo, e melhor ainda, você pode usar as ferramentas de 3 dimensões que estão locadas agora na caixa de ferramentas, boa diversão!

Bom pessoal, espero que tenham gostado dos dois tutoriais que envolvem estes magníficos softwares. Nos próximos tutoriais poderemos ver mais a fundo como se comportam os novos recursos de 3D do nosso amigo PhotoShop.

A área digital esta em constantes mudanças e os softwares não ficam para trás, acompanhem estas grandes mudanças, usem todos os recursos possíveis e impossíveis de um software, mas nunca se esqueça da essência artística, pois podemos ser ótimos “micreiros”, mas se permanecermos apenas com softwares nunca seremos “Grandes Designers”.

Mauricio Maruo é Desenhista, Escultor, Design Digital e Instrutor da Impacta Tecnologia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: